quarta-feira, 7 de julho de 2010

Reforço positivo, reforço negativo e operação estabelecedora

Ontem recebi minha monografia corrigida, a nota e os comentários da minha supervisora foram muito reforçadores para mim; estes reforçadores me motivaram ainda mais a pesquisar sobre o assunto.
Opa!!! Por que ela está falando isso? Porque nesta situação temos pelo menos dois conceitos importantes da Análise do Comportamento (AC): reforço e motivação; motivação em termos comportamentais chamamos de operação estabelecedora (OE).
Mas vamos por partes....começarei falando sobre reforço. O reforço pode ser qualquer evento que aumente a freqüência de uma reação precedente (Myers, 1999). Desta forma, o reforço pode abranger uma série de ações, como um elogio, uma salva de palmas, no meu caso a boa nota e os elogios.
Entretanto, existem dois tipos básicos de reforço, o positivo e o negativo.
Reforço positivo é o que recompensa um dado comportamento de modo a aumentá-lo. Por exemplo, no experimento da Caixa de Skinner, com um rato privado de água, é liberada uma gota de água quando o rato pressiona a barra, nesse caso a água é o reforço positivo, pois estimula a resposta de pressão à barra. O comportamento é emitido visando à APRESENTAÇÃO do reforço (no caso a água). Para a maioria das pessoas atenção, dinheiro e reconhecimento funcionam como reforço positivo.
O reforço negativo é capaz de fortalecer uma reação quando REMOVE algum tipo de estímulo aversivo. Voltando a Caixa de Skinner o rato recebe choques elétricos e quando pressiona a barra os choques cessam, nesse caso os choques servem de reforçadores negativos, pois aumentou o comportamento de pressão à barra com finalidade de remover o choque. IMPORTANTE: o reforço negativo não tem um caráter punitivo, apesar de muitos pensarem que sim. Ele é justamente a REMOÇÃO de um evento punitivo. Eu estudo, pesquiso bem o assunto para eliminar um evento punitivo, ou seja, nota ruim.
Até aqui tudo bem neh...mas e essa Operação estabelecedora (OE) qual a relação dela com o conceito de reforço???Penso que estão relacionadas sim, porque uma OE é uma operação que altera o valor reforçador de uma conseqüência e que modifica a probabilidade de ocorrência de comportamentos relacionados a estes estímulos. Hããaa??? Calma....eu também demorei a entender esse conceito, mas façam a seguinte associação OE = motivação. Uma nota alta, um elogio não te motiva? Não te reforça a continuar se comportando de tal maneira?? Os comentários, a boa nota foram reforços positivo e isso me motivou a continuar pesquisando (quem sabe transformá-lo num mestrado).
Operações estabelecedora são consideradas como operações motivacionais, definidas como sendo eventos ambientais, operações, ou condições de estímulos que possuem duas propriedades combinadas: a) afetam um organismo pela alteração momentânea na efetividade reforçadora ou punitiva de um outro evento e b) alteram momentânea a força daquelas partes do repertório do organismo que foram reforçadas ou punidas por esses eventos. A primeira é considerada como sendo uma propriedade alteradora de repertório (ou estabelecedora), por modificar o valor de um reforço ou de um estímulo punitivo. Por exemplo, a privação de alimento é uma operação estabelecedora (OE) que aumenta o valor reforçador do alimento, ou seja, torna-o momentaneamente mais efetivo como reforço. Uma operação estabelecedora pode também diminuir o valor de um reforço, como é o caso da operação de saciação (satisfação). Portanto, existe uma implicação de bidirecionalidade no que se refere ao efeito alterador de repertório. A segunda é a propriedade evocativa que também tem implicação bidirecional, pois ela pode ter efeito na direção oposta, suprimindo comportamentos. Por exemplo, a privação de alimento evoca os comportamentos que no passado produziram alimento e a operação de saciação suprime esses comportamentos. Devido ao fato de as operações estabelecedoras atuarem sobre a relação de contingência do comportamento operante, pode-se observar que, além de evocarem o comportamento, elas alteram a efetividade do estímulo discriminativo evocar os comportamentos que foram reforçados ou punidos em sua presença e tornam mais prováveis as respostas mantidas por reforçadores condicionais relacionados aos reforçadores incondicionais.

HAYDU, Verônica Bender. O que é operação estabelecedora?. In: COSTA, Carlos Eduardo; LUZIA, Josiane Cecília; SANT’ANNA, Heloísa Helena Nunes. (Org.). Primeiros Passos em Análise do Comportamento e Cognição. Santo André, 2004, v. 2, p. 59-66.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Marque presença. Deixe seu comentário, sugestão, críticas. Obrigada pela visita!!!

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...